logo
 
Drenagem Linfática e Cirúrgia Plástica
Tem interesse nesse tratamento? Clique no botão ao lado e um dos nossos consultores entrará em contato com você!

Sem avaliação     |     Dúvidas? Clique aqui.

Ao fazer uma cirurgia plástica, não vemos a hora de pegar um espelho e olhar os resultados, não é mesmo? Aliás, normalmente, queremos sair do centro cirúrgico com alta total. Isso, sem ter que se preocupar com os cuidados necessários ou fazer a drenagem no pós-operatório.
Ficar ansiosa para ver os resultados é normal, só não podemos pensar que vamos sair da sala de cirurgia pronta para colocar o biquíni e curtir uma praia.
Em uma cirurgia plástica, a fase de pós-operatório é fundamental para você conquistar os resultados tão desejados. E é aí que entra a importância da drenagem linfática.
Alguns procedimentos, como a abdominoplastia e a lipoaspiração, necessitam de técnicas complementares para melhorar ao máximo os resultados.
Por ter a capacidade de diminuir o processo inflamatório causado pelas cirurgias, a drenagem pós-cirúrgica também pode ser indicada após a Mamoplastia, a colocação de Prótese de Mama e até o Lifting facial.
Entender para que serve a drenagem linfática é primordial para você dar a devida importância à fase de recuperação.
Para você ter uma ideia, a qualidade do trabalho da drenagem linfática pode ser responsável por até 30 % do resultado de cirurgias como a abdominoplastia e a lipoaspiração.
Ou seja, tão importante quanto escolher um ótimo cirurgião plástico, é selecionar a fisioterapeuta responsável por fazer sua drenagem do pós-operatório. 
 

Porque a drenagem no pós-operatório é tão importante

A drenagem linfática pós-cirúrgica é um dos grandes segredos para ter uma recuperação melhor, mais rápida e ainda potencializar os resultados.
Depois de um procedimento cirúrgico, é comum que você retenha uma quantidade de líquido maior do que o seu corpo consegue drenar.
O excesso de retenção de líquidos nos tecidos do corpo pode causar um inchaço, conhecido também como edema pós-cirurgia.
É uma situação bem comum, mas que precisa ser tratada adequadamente e por profissionais especializados em pós-operatório cirúrgico.
O tratamento mais indicado é a drenagem linfática, que tem como principal objetivo evitar a retenção de líquidos no organismo, melhorar a circulação sanguínea e eliminar ocasionais dores no corpo.
Mas é importante ressaltar que os especialistas defendem a técnica manual. Isto porque apenas desta forma é possível respeitar a fisiologia do sistema linfático.
Assim, é capaz de reduzir possíveis:
• Edemas pós-cirurgia
• Seromas
• Hematomas pós-cirurgia
• Formações de fibroses
A drenagem possibilita o equilíbrio do sistema linfático e a harmonia estética do corpo. Além disso, favorece a hidratação da pele, acelera o processo de cicatrização e até a recuperação no pós-operatório.
Por todos estes motivos é muito utilizada em tratamentos estéticos, pré e pós-cirúrgicos, assim como nos casos de deficiência circulatória e retenção de líquidos.
 

Como é feita a drenagem linfática no pós-operatório

A drenagem linfática pós-cirurgia é um procedimento altamente especializado, ou seja, não é possível fazer com alguém que não tem experiência com pacientes recém-operados.
Isto porque o profissional precisa ter mais cuidado, saber exatamente os pontos que devem ser tocados, a forma e a pressão dos movimentos para não prejudicar a sua recuperação.
A drenagem é feita por meio de pressões que seguem o trajeto do sistema linfático. Mas isso deve ser feito de forma:
• Suave
• Lenta
• Não contínua
• Relaxante
Fisioterapeutas especializados em realizar drenagem de pós-operatório têm experiência em fazer as manobras de forma precisa. 
Isto porque a principal finalidade é mobilizar a corrente de líquidos que está dentro dos vasos linfáticos. Para isso, a fisioterapeuta faz os movimentos de bombeamento e deslizamento, que serão os responsáveis por direcionar os líquidos até os gânglios, onde serão eliminados pela urina.
E, você pode ficar tranquila, pois o processo, além de ter um resultado bastante satisfatório, é seguro e eficaz. Isso, claro, desde que seja realizado por um fisioterapeuta especializado em drenagem de pós-operatório de cirurgia plástica.
 

Informações importantes sobre a drenagem linfática pós-cirúrgica

Antes de iniciar as sessões, é necessário fazer uma reavaliação fisioterápica para analisar as características decorrentes à cirurgia.
Neste momento, a fisioterapeuta também usa como referência os dados médicos da paciente, como tipo de cirurgia realizada e do tempo de pós-operatório.
Alguns aspectos apresentam maior importância, como a análise do desenvolvimento cutâneo e muscular, do edema, da cicatriz, da dor e a sensibilidade.
Cada sessão de Drenagem Linfática Manual dura em médica 50 minutos. Durante este período todo o tecido do corpo é massageado com o objetivo de liberar as toxinas acumuladas e, consequentemente, reduzir os edemas e aliviar dores e tensões.
Em média, são realizadas 10 sessões, mas este número pode ser maior. Tudo depende da indicação médica. O seu cirurgião plástico irá avaliá-la e indicar a quantidade necessária.
Mas uma coisa é certa, quanto maior o número de sessões, melhor será o resultado da sua cirurgia e mais rápido seu tempo de recuperação.
Normalmente, você inicia a drenagem no terceiro dia após a cirurgia, por que é preciso aguardar um tempo mínimo para ver como organismo irá responder.
Este tempo de espera é importante porque no caso de uma possível reação ou infecção ela não é espalhada pelo corpo com os movimentos da drenagem.
 

Fique tranquila, drenagem pós-cirúrgica não é…

 
• Algo para causar sofrimento, por isso as primeiras sessões serão realizadas com toques mais leves para não causar dor ou incomodo.
• Feita apenas no local da operação, pois é a realizada em todo o corpo para estimular a circulação e diminuir a formação de fibroses.
• Uma simples massagem feita por uma esteticista, porque exige uma técnica e cuidados diferenciados para ter resultado.
• Um procedimento sem importância, pois a ausência da drenagem pode gerar nodulações de gordura embaixo da pele.

O que pode intensificar o resultado da drenagem no pós-operatório

A Drenagem Linfática Manual é a parte mais importante para obter os benefícios que mencionamos acima. Porém, é possível intensificá-los com a ajuda de aparelhos e técnicas complementares. Por exemplo,  o Ultrassom, o Heccus, a Endermologia, o Hooke e a Massagem Terapêutica.
Cada recurso desses tem uma finalidade bem específica. Por isso, deve ser usado apenas quando houver indicação da fisioterapeuta responsável pelo tratamento. Ela vai analisar a necessidade e o benefício de cada técnica. Isto porque o uso indiscriminado pode causar problemas à paciente.

Procure um fisioterapeuta capacitado e tenha uma recuperação mais rápida e com resultados satisfatórios!!

#clinicacaravita #caravitafisioterapia #drenagemlinfatica #pósoperatório #cirurgiaplástica

Nota: HTML não é permitido!

Avaliação: Ruim            Ótimo

Por favor, digite o que vê na imagem!

Opiniões
Nós Recomendamos
  • Drenagem Linfática

  • Massagem para gestante

  • Massagem modeladora

  • Vibrocell


Tratamentos Corporais » Drenagem Linfática